Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 18 de abril de 2012

OCASO DO ALVORECER


OCASO DO ALVORECER

A vida é a mesma mortalha que nos fez nascer
Como é triste o alvorecer virando ocaso
Acasos fatais nos levarão novamente ao caos do universo
Viraremos simples versos de um poeta sentimental

Um dia haverá luz
No outro a escuridão total
Não seremos mais que memórias
Na História renasceremos

Em tudo que antes fomos nos transformaremos
A morte é apenas um regresso à matéria original
Apesar de não ser o bastante para o coração calar
Um retrato na estante melhor falará

Ou trará paz sem a presença de antes
O infinito se faz a cada instante
ATEU POETA
1:1
19/04/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário